Prazer x Felicidade

É importante compreender a ação da interconectividade em nossa vida: se não estou bem, não tenho como fazer bem para o outro. A felicidade interfere em nossa saúde, aumenta a imunidade, gera produtividade no trabalho e melhor rendimento escolar. A felicidade efêmera, aquela trazida pelo sexo fútil, uso de drogas e álcool, é uma busca ineficaz e desesperada por um prazer passageiro, e não uma busca interior pelo verdadeiro sentimento de bem-estar.
menina bolas sabão

A definição oficial de felicidade é “um estado perene que deve vir de dentro para fora do indivíduo”. Assim, conclui-se que estar e se sentir feliz independe da situação e está muito mais relacionado com nossa maneira de pensar. Alguém muito rico pode achar que tem tudo, mas se não mantiver pensamentos positivos, valorizando suas conquista na vida, não se sentirá feliz.

O prazer é diferente da felicidade no sentido em que não é duradouro. Seu caráter passageiro é influenciado por vontades do momento e traz distração em uma época em que perdemos muitas de nossas referências. Somente cultivando valores, felicidade e doação será possível construir uma sociedade menos doente no futuro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s